UMA HISTÓRIA DE SUCESSO!

De vigilante a empresária de segurança.


Em 1998 meu primeiro emprego registrado foi em uma rede de supermercados de SP, na época como operadora de caixa eu observava a distância a postura e qualificação na época dos seguranças. Imprudência em excesso sem qualquer planejamento preventivo. Certo dia um garoto decidiu reduzir sua fome adquirindo um pacote de bolacha, sim, ele furtou e tal atitude é incorreta e vai de encontro aos nossos valores, mas nunca passei fome para saber o quanto os valores poderiam acentuar tal ação e sem julgamentos volto ao segurança, que com seus 1m80 de altura bateu muito na cara daquela criança.


Quando me desliguei dessa empresa fui para outra rede de supermercados e lá vi essa mesma cena se repetir por vezes, ainda no caso de adultos existia um quartinho no banheiro onde ele aprendia o que era uma surra e vestir uma roupa molhada a qual os seguranças jogavam dentro da privada.


Em 2001 quando decidi seguir carreira na segurança empresarial para fazer a diferença fazendo segurança com mais humanidade e planejamento estratégico, me matriculei no curso de formação de vigilante. Escola com características militares, uma grande estrutura e uma grande disputa se ingressa em tal instituição.


Percebi que as empresas precisavam disponibilizar com urgência um treinamento e desenvolvimento de pessoas, contratar uma consultoria empresarial que sem vínculos de amizade interna pudesse capacitar aqueles “profissionais” que acreditavam que segurança se media na força.


A evolução trouxe os profissionais de Prevenção de Perdas que de forma um pouco mais estratégica se preocupavam com controles internos e processos adequados de prevenção, mas ainda vi muita empresa trocando os famosos coletes pretos escrito segurança por coletes pretos escritos prevenção, sim a segurança lá de 1998 ainda existia.


Em 2009 quando assumi a gestão da segurança de uma empresa de grande porte, conheci de perto os vigilantes e os porteiros e eu tinha um grande desejo de levar a melhor empresa de vigilância para desenvolver um bom trabalho estratégico na área. A grande questão é que todo ano a área comercial pedia para reduzir o efetivo do escopo e então iniciava um processo de licitação e briga pelo menor valor. Claro que as melhores empresas logo declinavam aos contratos, não queriam ficar no “zero a zero” e assim entrava aquela empresa que queria apenas o logotipo da empresa para se promover e logo vinham as reclamações de salários atrasados e desmotivação total da equipe, claro que os problemas operacionais vinham junto.


Fiquei por quatro anos nessa empresa e não posso deixar de citar aqui uma empresa que mesmo pequena diante de tantas outras cumpriu com excelência o seu papel de prestador de serviços, a Generall Segurança do empresário Sebastião Tozatti. A equipe de segurança na ocasião sempre citou sobre a pontualidade do pagamento então honra a quem é a honra.


Seguindo a minha trajetória profissional, resolvi então fundar uma consultoria de segurança e gestão de riscos seguindo a tradição da minha formação e experiência profissional e houve momentos intensos, de vitória e de derrota pois sabemos que um empresário vive num cenário incerto devido as altas taxas que se paga por cada nota impressa, um cenário que empreendedores não pagam por uma consultoria empresarial por achar um trabalho caro, mas não deixam de comprar os melhores smartphones, adquirir um plano de internet e pagar o carnê do carro financiado, um cenário que funcionário não precisa de treinamento e sim de punição para “aprender”,


Já nas grandes empresas antigos funcionários sabotam o plano de consultoria quando decidem por conta própria que a empresa sempre funcionou daquela forma e nada precisa mudar, ainda sim as consultorias com grande esforço implantam novos modelos de processos adequados para diminuir as perdas e de certa forma sentem que algumas empresas estão fardadas a continuar perdendo, já que com medo de “perder” o funcionário mais antigo jogam o investimento no ralo e deixam a vida seguir como sempre foi.


Em 2017 decidi fazer um curso de coaching empresarial que expandiu a minha mente e o empreendedorismo bateu na “veia” e logo surgiram os treinamentos para empreendedores e empresários, afinal, aprendi todo planejamento estratégico fundamental para qualquer empresa que gostaria de expandir o seu negócio tornando ele um protótipo através de um modelo de negócios adequado e estruturado, e sim, aprendi que o desenvolvimento pessoal tem muito a ver com empatia, persuasão, gestão da emoção e o poder da ação e do foco, que todas aquela minha formação lá atrás nas cadeiras das universidades representava apenas o meu conhecimento técnico e que a maturidade se alcança com o tempo, dedicação e a soma de todas as ações já citadas.


Em março deste mesmo ano, 2017 fui convidada para realizar uma palestra em uma empresa de segurança e percebi que nascia mais um aprendizado o qual eu me apaixonei, a arte de palestrar.


Em 2018 resolvi prestar mentoria para profissionais de segurança que gostariam de traçar uma projeção positiva e assertiva, tendo direcionamento com proposta de valor diferenciada, assim é a trajetória da minha evolução profissional, quando este mês completei cinco anos trabalhando de forma independente.


Quero deixar bem claro, que hoje temos excelentes gestores de segurança, que de forma estratégica mudaram o cenário da segurança privada.

Agora? Fazer mestrado, aprender inglês porque o mercado evoluiu ainda mais e em algumas empresas o conhecimento técnico não tem valor algum se o profissional não dominar o idioma.


Então o conselho que dou a todos profissionais que querem alcançar o topo, nunca deixem de estudar, não fiquem engessados apenas a um conhecimento específico, saibam escutar, façam network, use o poder da persuasão e da reciprocidade para o presente, tenham empatia, admitam seus erros e aprendam com eles, façam o seu melhor e acima de tudo, confie.


Sucesso não tem haver com quanto ganhei em dinheiro e sim o quanto aprendi com os momentos de fracasso, decisões erradas e também momentos incríveis de sucesso.

2 visualizações

Tel.: (11) 96073-1225

NEWSLETTER FORTHYS EMPRESARIAL

contato@forthys.com.br | 11 96073-1225